5ª edição da Contextile promete mostrar ao mundo o melhor da arte têxtil contemporânea

Realiza-se de 5 de setembro a 25 de outubro e posiciona Guimarães como território de cultura têxtil. O programa inclui ações presenciais, mas também pelos meios digitais.

A Contextile 2020 vai contar com uma exposição internacional, artistas convidados, residências artísticas, mostra de cinema ao ar livre, serviço educativo, “textile talks” e visitas orientadas.  

O conceito da Contextile 2020 assenta na ideia “Lugares de Memória – Interdiscursos de um território têxtil”. A cidade e a comunidade têxtil revelam as dinâmicas da Bienal, acolhendo os artistas nacionais e internacionais, com ocupação dos vários espaços culturais e áreas públicas da cidade, sempre com o objetivo de divulgar o que melhor se faz na Arte Têxtil Contemporânea, em Portugal e no Mundo.   

Inserido no programa do Bairro C, destaque para o “Encontro Expansão” – projeto de intervenção multimédia proposto para os Tanques de Couros, na Fraterna. Com a direção artística de Joana Fins Faria e Romas Stukenberg, para integrar a temática Lugares de Memória, propondo a criação de uma escultura colaborativa resultante da soma de pequenas esculturas em co-criação com a comunidade e instituições locais.