Empresa Guimarães na vanguarda da inovação, cria tingimento a partir de folhas de chá.

A Têxteis JF Almeida acaba de apresentar o processo de tingimento Infusion, certificado pela SGS, e que é aplicável a fibras de algodão e suas misturas. O Infusion baseia-se na utilização de resíduos de folhas de chá. A qualidade do produto final e o reduzido impacto ambiental são os pontos-chave do novo processo.

Em comunicado da empresa, “a conquista de mercados cada vez mais exigentes em matérias sustentáveis” obriga a organização a estar na linha da frente da inovação e do desenvolvimento de novas formas de produção que aliem o racional de negócio à diminuição dos impactos ambientais da indústria. O novo processo foi assim totalmente desenvolvido pela JF Almeida e resulta da forte aposta em inovação e sustentabilidade da empresa.

E se, do ponto de vista da sustentabilidade, o processo é um grande passo em frente para a indústria, do ponto de vista do racional de negócio, não podia estar mais inserido nas novas tendências: os consumidores dão cada vez maior prioridade à escolha de produtos que incorporem na sua fase produtiva preocupações com o implacto ao nível dos recursos naturais do planeta.

“A JF Almeida aposta na criatividade e na inovação, procurando renovar os seus meios de modo sustentável”. É este um dos pressupostos do grupo – cuja ‘descoberta’ mais recente é este novo processo de tingimento.