Município e Tecminho catapultam empresas Guimarães Marca para a transformação digital

Cocriação e coprodução são o ponto de partida para este interface promovido pelo Município de Guimarães e a Tecminho.

O Município de Guimarães, através das Divisões de Desenvolvimento Económico e Sistemas Inteligentes e de Informação, e a Tecminho, uma das mais antigas estruturas universitárias de transferência de conhecimento em Portugal, lançam uma série de iniciativas que visam monitorizar projetos e iniciativas implementadas ou a implementar nas áreas da indústria 4.0, robotização, internet das coisas e sensorização.

O objetivo desta iniciativa passa por mapear a maturidade da transformação digital do tecido económico Guimarães Marca.

Este grupo de trabalho, constituído por uma equipa multidisciplinar, com valências nas áreas do desenvolvimento económico, inovação, industrialização, sistemas de produção e logística, irá promover visitas às empresas com o objetivo de desenhar a radiografia digital, criando assim um contexto de inovação, com especificidades das necessidades das empresas Guimarães Marca.

A TecMinho enquanto interface da Universidade do Minho, tem como missão a valorização e a transferência de conhecimento para o tecido empresarial e demais atores económicos e sociais, contribuindo para a inovação, o empreendedorismo e o desenvolvimento das competências das organizações e das pessoas.