O Instituto do Emprego e Formação Profissional apela aos utentes que evitem deslocações às suas intalações, optando pelos recusos online

IEFP apela aos utentes que evitem as deslocações presenciais às suas instalações, disponibilizando alternativas com recurso aos meios digitais. A medida é aplicada no contexto do combate à pandemia causada pelo Covid-19. 

O IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional informa que, na sequência da pandemia COVID-19, deve-se evitar que os utentes se dirijam presencialmente aos serviços do IEFP, podendo os mesmos requerer as prestações de desemprego via iefponline ou, em caso de impossibilidade de acesso ao iefponline, enviado um e-mail para a solicitar o requerimento por esta mesma via.

Para esse efeito, informa-se que para poder requerer as prestações de desemprego, deverá enviar ainda os seguintes documentos:

– Declaração de Consentimento devidamente preenchida e assinada. Declaração
– Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada. Ficha

Informa-se que deve comunicar ou confirmar os dados bancários (NIB/IBAN) que tem na segurança social, através dos serviços da Segurança Social Direta – não serão disponibilizadas formas alternativas para os candidatos comunicarem à Segurança Social os seus dados de informação bancária, apenas a Segurança Social Direta.

Consulte ainda informação sobre a forma como os candidatos podem registar o IBAN através da Segurança Social Direta. Documento

Poderá ser contactado telefonicamente para qualquer esclarecimento que seja necessário pelo que solicita-se a melhor disponibilidade para o fazer com eficácia.

Mais informação em https://www.iefp.pt/